resenha

[Resenha] Lírio Azul, Azul Lírio, da Maggie Stiefvater

março 30, 2017

Nome: Lírio Azul, Azul Lírio (A Saga dos Corvos #3) | Autora: Maggie Stiefvater | Gênero: Fantasia | Editora: Verus | Ano: 2015 | Páginas: 347 
Sinopse: "Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer. Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa. O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer.
Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower." 
Trecho Preferido: "Rex Corvus, parate Regis Corvi" ("O Rei Corvo, abram caminho para o Rei Corvo")

    Olá!! Já vou começar avisando que nessa resenha vai ter spoiler, então só leia se você já leu os outros dois livros da saga. Lembrando que já tem resenha de Os Garotos Corvos e de Ladrões de Sonhos.
    Terceiro volume da Saga dos Corvos e a Maggie continua me prendendo. Nesse livro, além de procurar o famoso rei galês adormecido, os garotos precisam encontrar outra pessoa: Maura Sargent. A mãe de Blue sumiu no último livro e só deixou uma dica, “Glendower está debaixo da terra. E eu também estou”.
    E assim, a narrativa começa com Blue em um misto de sentimentos em relação ao desaparecimento da mãe e na ansiedade de todos para encontrar Maura. Para piorar a situação, Greenmantle, o homem que havia contratado o Sr. Cinzento, está na cidade e chegou sendo uma ameaça não só para Ronan –cuja morte do pai foi encomendada por ele- mas também para todos os envolvidos na busca por Glendower. Além da procura e nas expedições à cavernas, eles também precisam lidar com seus poderes recém descobertos, vários mistérios (como sempre) e novos personagens estranhos.

"Ouvi dizer que, se você quer que magia seja feita - ele disse -, deve pedir para um mágico fazer." 

    E nesse livro temos um foco maior em Blue, e muitos personagens se aproximam e amizades que até então pareciam difíceis de desenvolver se fortalecem. Ronan e Adam, dois personagens que, para mim, pareciam dois extremos bem diferentes se tornaram bem próximos e trabalharam em equipe da melhor forma que conseguiram. Foi adorável de ver! Enquanto isso, Blue e Noah continuam próximos apesar das dificuldades. Noah ta bem mais instável e confesso que em alguns momentos eu tive medo, tanto por ele quanto pelas pessoas ao redor.
    E O MEU SHIPP NÃO MORREU! Mesmo sabendo que pode realmente acabar em morte eu continuo shippando, porque sou dessas! Hahah. Caso vocês não lembrem, se a Blue beijar o amor da vida dela, ele morre. E eu, como boa leitora para detectar casais, sempre soube que fosse o Gansey. E esses lindinhos acabam ficando bem próximos nesse livro, mesmo tentando resistir ao máximo. Eu fiquei a maior parte dos momentos surtando: “Beijem logo! Gansey, não morra!”. Maggie não facilita pra gente.
    Blue e os garotos estão amadurecendo cada vez mais, e essa aventura está trazendo tanto coisas boas e ruins para as vidas deles. Tô com um orgulho danado do Adam e ainda mais apaixonada pelo Gansey. Mas preparem o coração de vocês, tem muita reviravolta nessa parte da história e algumas delas são de partir o coração. 
    Enfim, mais um que eu gostei, não há como negar. Só posso esperar ansiosamente pelo próximo que vou ler em breve. Aguardem a resenha!


E vocês? O que estão achando da Saga dos Corvos? 

Que a força esteja a seu favor! Não se esqueça de clicar em SEGUIR na coluna da direita do blog em "SEGUIDORES" e também de nos acompanhar nas nossas redes sociais:
Facebook | Instagram | Twitter | Youtube
Obrigada por tudo! Volte sempre! #desaparatei

0 comentários

ASSISTA AOS VÍDEOS DO NOSSO CANAL E SE INSCREVA!